Topo

Homem é condenado à prisão perpétua por atropelamento em massa em Londres

14.ago.2018 - O ataque de Khater, cometido em 14 de agosto de 2018, deixou três feridos - Ewalina OCHAB / AFP
14.ago.2018 - O ataque de Khater, cometido em 14 de agosto de 2018, deixou três feridos Imagem: Ewalina OCHAB / AFP

Em Londres

14/10/2019 11h04

A justiça britânica sentenciou um homem que atropelou ciclistas e policiais perto do parlamento britânico em agosto de 2018 com o desejo de matar "o maior número possível de pessoas".

"Sua intenção, sem dúvida, era matar o maior número possível de pessoas e espalhar o medo e o terror", disse a juíza Maura McGowan, condenando Salih Khater, 30 anos, à prisão perpétua.

O ataque de Khater, cometido em 14 de agosto de 2018, deixou três feridos.

O ataque teve muitas semelhanças com outro realizado em março de 2017 por Khalid Masood, um britânico convertido ao Islã, e que causou cinco mortes e dezenas de feridos.

Esse ataque foi reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico.

Durante o julgamento, o advogado de Khater alegou que seu ato era um "enigma", uma vez que nunca deu explicações sobre seus motivos e enfatizou a "falta de evidência" da existência de laços entre o réu homem de origem sudanesa e uma organização terrorista.

Notícias