Topo

Catalunha tem novos protestos após noite de violência nas ruas

Carro pega fogo em Barcelona durante protestos - Jon Nazca/Reuters
Carro pega fogo em Barcelona durante protestos Imagem: Jon Nazca/Reuters

17/10/2019 06h01

Após mais uma noite de violência nas ruas, a Catalunha amanheceu hoje com estradas e ferrovias bloqueadas no quarto dia de mobilização contra as condenações de líderes independentistas por seu papel na tentativa de secessão de 2017.

O governo e as autoridades locais informaram que várias estradas foram bloqueadas por marchas de simpatizantes da independência da Catalunha, que começaram ontem para convergir amanhã em Barcelona, ou por pneus incendiados.

Muitas vias férreas também foram ocupadas por manifestantes na região de Barcelona, o que prejudicou a circulação de trens, mas o serviço foi retomado algumas horas depois.

Ontem, 96 pessoas receberam atendimento médico em quatro cidades da região, 58 delas em Barcelona, de acordo com fontes médicas.

Barcelona exibe as marcas da segunda noite de distúrbios, com carros queimados nas ruas, algumas delas bloqueadas para o trânsito.

Os independentistas catalães estão mobilizados desde segunda-feira para protestar contra a condenação de nove dirigentes a penas de até 13 anos de prisão pela tentativa frustrada de separar da Espanha esta região de 7,5 milhões de habitantes.

Para amanhã está prevista uma greve geral e uma grande manifestação em Barcelona, onde devem convergir as marchas que partiram de cinco cidades da Catalunha.

Os protestos terminaram em confrontos, na terça-feira e quarta-feira, entre independentistas radicais e policiais em Barcelona e outras cidades.

O ministério do Interior informou que 33 pessoas foram detidas ontem, 12 delas em Barcelona, pela violência que deixou 46 policiais (nacionais e regionais) feridos, alguns deles com gravidade.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Internacional