PUBLICIDADE
Topo

Turquia detém mais de 100 suspeitos de integrar o Estado Islâmico

EPA
Imagem: EPA

30/12/2019 06h52

A polícia turca anunciou a detenção de mais de 100 pessoas, a maioria estrangeiras, suspeitas de pertencer ao grupo extremista Estado Islâmico (EI) em várias operações.

Mais de 40 iraquianos, 20 sírios e um marroquino estão entre os detidos nas operações realizadas nos últimos dias em seis províncias turcas, entre elas Ancara, Bursa (noroeste) e Batman (sudeste), informou a agência estatal Anadolu.

Durante as operações, a polícia apreendeu armas, munições e computadores dos detidos, indica a agência. A polícia ainda procura 17 suspeitos em Ancara.

Na semana passada, as forças de segurança anunciaram a detenção em Istambul de 20 suspeitos de vínculos com o EI.

Durante muito tempo, a Turquia foi acusada de permitir que os extremistas cruzassem a sua fronteira em direção à Síria após o início do conflito que assola o país desde 2011.

Mas após vários atentados executados pelo EI, o país aderiu em 2015 à coalizão internacional antijihadista.

Internacional