PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Presidente do México diz que o mais difícil da pandemia "já passou"

22.nov.2019 - Andrés Manuel López Obrador, presidente do México, advertiu que ainda não declara vitória na luta contra covid-19 - Xinhua/Presidencia de México
22.nov.2019 - Andrés Manuel López Obrador, presidente do México, advertiu que ainda não declara vitória na luta contra covid-19 Imagem: Xinhua/Presidencia de México

No México

15/06/2020 07h02

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, afirmou ontem que o país "já passou pelo mais difícil e arriscado" da pandemia do novo coronavírus, mas advertiu que ainda não declara vitória.

Hoje, o México inicia uma nova etapa da retomada das atividades, com a abertura de pequenos estabelecimentos comerciais. Na sexta-feira, o país registrou o pico de 5 mil novos casos de coronavírus em 24 horas.

"Estamos deixando para trás a etapa mais difícil da pandemia de covid-19 Não é cantar vitória, mas considero que já passou o mais difícil", disse López Obrador em um vídeo publicado nas redes sociais.

O México, que tem 127 milhões de habitantes e é o segundo país em número de mortes na América Latina, registrou ontem 269 óbitos, que elevaram o total a 17.141 vítimas fatais desde o início da pandemia. O país também reportou 4.147 novos contágios, para um total de 146.837.

O governo mexicano foi muito criticado por não ter implementado testes em larga escala entre a população, optando por um modelo de monitoramento epidemiológico, que permite rastrear doenças.

Coronavírus