PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: Grupo Air France cortará mais de 7,5 mil empregos

Cortes acontecerão na companhia aérea Air France e na filial regional Hop! até o final de 2022 - Eric Piermont/AFP
Cortes acontecerão na companhia aérea Air France e na filial regional Hop! até o final de 2022 Imagem: Eric Piermont/AFP

Da AFP, em Paris

03/07/2020 15h48

A direção do grupo Air France anunciou hoje que cortará 7.580 postos de trabalho na companhia aérea Air France e na filial regional Hop! até o final de 2022 para "enfrentar a crise da covid-19".

O plano prevê a demissão de 6.560 empregos permanentes em período integral de um total de 41 mil na Air France, além de 1.020 empregos de um total de 2.420 na Hop!, acrescentou o comunicado.

O anúncio foi feito após várias reuniões com representantes das duas companhias.

Diante da emergência do coronavírus, as companhias aéreas optaram por empréstimos e agora recorrem à redução de equipe para se adaptar a um mercado que, segundo as previsões, permanecerá estagnado por um bom tempo.

No primeiro trimestre do ano, o grupo Air France-KLM registrou uma perda líquida de 1,8 bilhão de euros (cerca de US$ 2 bilhões) e alertou que podem levar anos até que as operações voltem aos níveis anteriores ao coronavírus.

A França concedeu à companhia nacional um auxílio de 7 bilhões de euros (cerca de US$ 7,85 bilhões) para enfrentar as consequências econômicas da pandemia. A Holanda, por sua vez, aprovou na semana passada um pacote de empréstimos de 3,4 bilhões de euros para a KLM.

Coronavírus