PUBLICIDADE
Topo

Provável falha de motor em acidente de avião militar na Ucrânia deixa ao menos 26 mortos

SERGEY BOBOK/AFP
Imagem: SERGEY BOBOK/AFP

26/09/2020 09h39

Vinte e seis pessoas, a maioria deles cadetes, morreram na queda de um avião militar na noite desta sexta-feira (25) no leste da Ucrânia, anunciou o Ministério do Interior do país.

"Ucrânia perdeu 26 de seus filhos", disse neste sábado (26) no Facebook o presidente Volodimir Zelenski, que viajou para o local do acidente e decretou um dia de luto nacional.

O saldo anterior fazia menção a 23 mortos e dois desaparecidos.

No total, o avião transportava 27 pessoas, sete tripulantes e 20 estudantes da Universidade Nacional de Aviação de Járkov (leste).

Dois estudantes sobreviveram à catástrofe, mas um deles, em estado "extremamente grave", morreu nesta manhã, segundo o ministro da Saúde.

O segundo ferido sofre uma concussão cerebral, mas sua vida não está em risco, segundo a clínica militar onde está sendo atendido.

Nas imagens divulgadas pelas autoridades nas redes sociais, o avião Antonov An-26 foi visto parcialmente destruído e tomado por chamas, próximo a uma estrada. Fotos compartilhadas pelos serviços de emergência mostram bombeiros jogando água nos destroços.

Segundo informações preliminares, o comandante da tripulação que pilotava o avião informou que um dos motores falhou sete minutos antes do acidente, o que o fez pedir um pouso de emergência, disse o Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU).

Os estudantes não estavam envolvidos na pilotagem, acrescentou o SBU.

O ministro da Defesa, Andrii Taran, afirmou que "muito provavelmente o avião tocou o solo com sua asa", segundo um comunicado.

O avião foi construído em 1977, mas ainda podia voar por três anos sem renovações, disse Taran.

Líderes estrangeiros, entre eles o presidente polonês Andrzej Duda, o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau e o chefe da diplomacia da União Europeia, Josep Borrell, enviaram mensagens de condolências desde sexta-feira.

O Antonov An-26 é uma aeronave de transporte leve concebida na Ucrânia nos tempos soviéticos. Com um comprimento de 24 metros, pode voar a 440 km/h nas condições ideais.

Vários aviões militares caíram na Ucrânia em voos de treinamento nos últimos anos.