PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump pagou US$ 750 em impostos federais no ano que venceu as eleições, diz NYT

Ptesidente dos EUA, Donald Trump, em Jacksonville, Flórida -
Ptesidente dos EUA, Donald Trump, em Jacksonville, Flórida

Washington (EUA)

27/09/2020 19h14

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pagou apenas US$ 750 em impostos federais em 2016, ano em que ganhou as eleições presidenciais, de acordo com uma investigação do jornal New York Times publicada hoje sobre mais de 20 anos de declarações fiscais do mandatário.

"Ele não pagou qualquer imposto sobre a renda em dez dos quinze anos anteriores, em grande parte porque declarou mais perdas do que receitas", escreveu o jornal americano.

As declarações de imposto de renda do ex-magnata imobiliário estão no centro de uma batalha jurídica, já que Trump sempre se negou a publicá-las, indo contra a tradição criada por seus antecessores na presidência dos Estados Unidos.

"O New York Times obteve informações fiscais dos últimos 20 anos do senhor Trump e das centenas de empresas que compõe seu grupo, incluindo informações detalhadas sobre seus primeiros dois anos no cargo. Isto não inclui suas declarações de imposto de renda pessoais de 2018 e 2019", explicou o jornal, que promete novas revelações nos próximos dias.

Diferentemente de todos seus antecessores na presidência desde a década de 1970, Trump, cujo conglomerado familiar não tem ações na bolsa e que fez da fortuna um argumento de campanha, se nega a publicar as declarações de imposto de renda, travando há anos uma batalha judicial para que estas não sejam divulgadas.

Esta falta de transparência dá margem para especulações sobre o verdadeiro volume de sua riqueza e possíveis conflitos de interesses.

Trump diz que é "fake news"

Trump classificou de "fake news" as revelações do jornal New York Times. "São 'fake news', totalmente inventadas", afirmou durante uma coletiva de imprensa na Casa Branca.

"Eu paguei muito, e também paguei muito imposto de renda a nível estatal, o estado de Nova York cobra muitos impostos", defendeu-se o presidente republicano, sem dar mais detalhes.

Internacional