'Quero maior ambição possível', diz presidente da COP28 após rascunho do penúltimo dia

O presidente da COP28, Sultan Al Jaber, declarou nesta segunda-feira (11) que "ainda resta muito por fazer" para fechar um acordo, após a publicação de um rascunho que sugere a "redução" das energias fósseis.

"Sabem o que ainda faltar ser acordado e sabem que quero que alcancem a maior ambição possível em todos os aspectos, inclusive na linguagem sobre combustíveis fósseis", disse Al Jaber no plenário da conferência.

"Ainda temos de resolver muitas diferenças", admitiu Jaber no plenário, garantindo que "não há tempo a perder".

"Devemos alcançar um resultado que respeite a ciência e mantenha a meta de 1,5°C ao nosso alcance", insistiu ele na véspera do encerramento oficial da conferência da ONU sobre o clima.

Os grupos de países tentarão agora chegar a um compromisso com base nesse texto antes do prazo estabelecido pelo próprio Al Jaber: terça-feira, às 11h locais (4h em Brasília).

"Temos um texto e devemos chegar a acordo sobre ele. O tempo das discussões está chegando ao fim e agora não é o momento de hesitar. É o momento de decidir", convocou.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes