Japão mobiliza tropas diante de possível lançamento de míssil norte-coreano

O governo japonês determinou hoje (29) ao Exército que se prepare para a possibilidade de ter de destruir um míssil que a Coreia do Norte pode lançar em breve. O objetivo é evitar que caia sobre o território japonês.

"Tomamos todas as medidas necessárias para responder a qualquer tipo de situação", afirmou o ministro porta-voz do Executivo, Yoshihide Suga, citado pela agência Kyodo.

Suga não deu mais dados sobre a iniciativa do Ministério da Defesa, de modo a não revelar "informação sensível" sobre a capacidade do Japão para interceptar mísseis.

As últimas imagens de satélite da base norte-coreana de Sohae mostraram que há movimentação nas instalações e que a Coreia do Norte pode estar preparando o lançamento, em breve, de um projétil de longo alcance, como Seul, Tóquio e Washington tinham alertado.

O ministro dos Negócios Estrangeiros japonês, Fumio Kishida, disse hoje que acertou, em teleconferência com o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, uma cooperação sobre a questão do lançamento norte-coreano.

"Trabalharemos estreitamente com os Estados Unidos e outros países envolvidos e tomaremos todas as medidas possíveis para garantir a segurança do público", disse Kishida, em entrevista.

O novo lançamento pode ocorrer no momento em que os países do Conselho de Segurança das Nações Unidas estudam sanções adicionais à Coreia do Norte devido ao seu quarto teste nuclear, feito no início do mês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos