PM usa spray de pimenta e tira alunos da Secretaria de Educação no Rio

Vitor Abdala

Da Agência Brasil

PM retira à força estudantes da Secretaria da Educação do Rio

Alunos que fazem parte do movimento de ocupação das escolas estaduais do Rio de Janeiro foram retirados pela Polícia Militar da sede da Secretaria Estadual de Educação na madrugada deste sábado (21). Os estudantes entraram na Secretaria na tarde de ontem, para se reunir com o secretário Wagner Victer, mas alguns decidiram permanecer no local mesmo depois do encontro.

Os policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar usaram spray de pimenta para fazer a desocupação do prédio, por volta das 4h. Segundo a PM, os policiais tentaram primeiro conversar com os manifestantes, mas, quando eles se recusaram a sair, os agentes utilizaram o spray.

Segundo os estudantes, pelo menos dois jovens desmaiaram e outros ficaram feridos. O aluno Michel Policeno, do Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, disse que houve truculência por parte dos policiais. "De madrugada, o [Batalhão de] Choque tirou, à base da força, os estudantes que ocupavam [o prédio]. Então, teve muitos estudantes arranhados e machucados", afirmou.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Educação, os estudantes ocuparam o prédio na tarde de ontem (20), com o objetivo de se reunir com o secretário. Depois do encontro, no entanto, parte dos manifestantes, em torno de dez jovens, segundo o órgão, se recusou a sair.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos