Complexo eólico no Nordeste terá financiamento do BNDES

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou hoje (22) a aprovação de empréstimo no valor de R$ 1,043 bilhão para o Complexo Eólico Ventos do Araripe 3, composto por 14 parques, nos municípios de Simões e Curral Novo (Piauí) e de Araripina (Pernambuco). A entrada em operação do complexo é prevista para 2017.

Segundo informou o banco, por meio de sua assessoria de imprensa, o complexo terá capacidade instalada total de 357,9 MW. Essa energia é suficiente para abastecer 1,14 milhão de residências. O número considera o consumo médio da Região Nordeste.

O projeto contribuirá para a diversificação da matriz elétrica, avalia o BNDES. Os investimentos permitirão a geração de até 2,4 mil empregos diretos e indiretos, além de melhorar a infraestrutura da região. Integra o financiamento um subcrédito social no valor de R$ 5,19 milhões, que será usado para investimentos no entorno do projeto, em cumprimento a exigências dos órgãos ambientais.

Está prevista também a emissão de debêntures de infraestrutura no valor de até R$ 300 milhões. Esses títulos vão compor uma parcela do valor total do investimento do complexo eólico, avaliado em R$ 1,743 bilhão, acrescentou o banco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos