Manifestantes mantêm ocupação de secretaria da prefeitura de São Paulo

Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil

Cerca de 30 manifestantes ainda mantêm, na noite de hoje (25), a ocupação da Secretaria de Direitos Humanos da prefeitura de São Paulo, iniciada na noite de ontem. Eles protestam contra as ações feitas pela administração municipal e estadual na remoção da população de rua e dependentes de drogas na região da Cracolândia.

Movimentos sociais ocupam sede da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania em ato contra as ações de desocupação da CracolândiaRovena Rosa/Agência Brasil

"Não estamos aqui só contra truculência policial, mas também contra medidas como as internações compulsórias - até a literatura científica mostra que tais medidas são completamente ineficientes para o cuidado. Muito eficiente, no entanto, para acelerar o processo de transferência de recursos públicos para atores privados bem relacionados", diz trecho de nota divulgada pelos coletivos que ocupam o prédio, no centro da capital paulista.

Os manifestantes reivindicam uma reunião pública com o secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Filipe Sabará, para desocupar o prédio. Eles querem obter detalhes e participar da discussão dos planos do Poder Público que serão executados na Cracolândia. "São os moradores de rua, usuários de drogas, trabalhadores sociais e coletivos, os verdadeiros conhecedores destes temas - é com eles que as políticas precisam ser construídas".

Em nota, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social não confirmou que o secretário receberia os manifestantes, disse apenas que Sabará está "focado na expansão do trabalho de acolhimento das pessoas que estavam na região da Cracolândia".

Segundo a secretaria, até a noite desta quarta-feira, ocorreram 2 mil acolhimentos de dependentes químicos e moradores de rua. "O trabalho constante de convencimento continua, com o objetivo sempre de oferecer dignidade e tratamento a essas pessoas". A secretaria disse ainda que o secretário de Relações Institucionais da prefeitura, Milton Flávio, que assumiu interinamente a Secretaria de Direitos Humanos, receberia o grupo que está ocupando o local.

Uma reunião ocorreu entre os manifestantes e Flávio na tarde de hoje, mas os ativistas mantiveram a posição de apenas desocupar o prédio após uma reunião com o secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Filipe Sabará. Na noite de ontem, a secretaria de Diretos Humanos, Patrícia Bezerra, renunciou ao cargo, em discordância à ação realizada pelo Poder Público na Cracolândia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos