PUBLICIDADE
Topo

Petrobras divulgará dia 10 resultado financeiro do segundo trimestre

Nielmar de Oliveira - Repórter da Agência Brasil

26/07/2017 10h17

  A Petrobras informou hoje (26) que divulgará o seu resultado financeiro relativo ao segundo trimestre de 2017 no dia 10 de agosto, após o fechamento do mercado financeiro. Até lá, a empresa estará, a partir de hoje (26), "em período de silêncio, durante o qual estará impossibilitada de comentar ou prestar esclarecimentos relacionados aos seus resultados financeiros e perspectivas". Em nota, a estatal informou que "a iniciativa visa  atender às melhores práticas de governança corporativa, garantindo a equidade no tratamento das informações junto aos seus públicos de interesse". No dia 11 de maio, a Petrobras anunciou o resultado financeiro do primeiro trimestre do ano. Nele, a empresa havia atingido o lucro líquido de R$ 4,4 bilhões, revertendo o prejuízo de R$ 1,24 bilhão no mesmo período do ano anterior. Desempenho operacional Na oportunidade, a estatal explicou o destacado desempenho operacional, apesar da menor demanda por derivados no mercado brasileiro: "O bom desempenho do trimestre foi alcançado por meio de menores gastos com importação de petróleo e derivados, em função da maior participação do óleo nacional na carga processada e da maior oferta de gás natural nacional, assim como menores despesas com vendas, gerais e administrativas". Influenciou também o resultado, ainda segundo a Petrobras, a redução das despesas financeiras líquidas e dos menores gastos com baixas de poços secos/subcomerciais. Em termos operacionais, a Petrobras registrou produção total de petróleo e gás natural de 2.805.000 barris de óleo equivalente por dia (petróleo e gás natural). No período foram produzidos 2.248.000 barris por dia  de petróleo, um que representou aumento de 10% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. Com a maior geração operacional e a redução de investimentos em 34% em relação ao primeiro trimestre de 2016, a companhia alcançou no último trimestre um fluxo de caixa livre de R$ 13,4 bilhões, o oitavo trimestre consecutivo de fluxo de caixa livre positivo, demonstrando, segundo a Petrobras, "o compromisso da companhia com a disciplina de capital". O Ebitda (Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization), que significa lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização, atingiu R$ 25,2 bilhões no primeiro trimestre deste ano, resultado 19% superior ao mesmo período do ano anterior.