PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: No Rio, Galeão terá apenas três voos diários em abril

Passageiros desembarcam com máscaras no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, em meio à pandemia de coronavírus - Fabio Teixeira/NurPhoto via Getty Images
Passageiros desembarcam com máscaras no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, em meio à pandemia de coronavírus Imagem: Fabio Teixeira/NurPhoto via Getty Images

31/03/2020 17h40

A partir de amanhã (1º), o Aeroporto Internacional Tom Jobim - Rio Galeão reduzirá fortemente suas operações para se adequar à nova realidade da malha aérea nacional, afetada pelas medidas determinadas pelas autoridades sanitárias e de governo para conter a disseminação do coronavírus no Brasil.

De acordo com a operação da malha essencial divulgada pela Agência Nacional da Aviação Civil (Anac), o aeroporto Riogaleão reduzirá sua movimentação para apenas três voos diários, entre pousos e decolagens, da empresa Gol Linhas Aéreas para o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo.

Essa movimentação reduzida vai durar até o dia 30 de abril, informou a concessionária da unidade aeroportuária, em nota divulgada à imprensa.

Até essa data, o Rio Galeão suspenderá também suas atividades durante a madrugada. O Aeroporto Internacional Tom Jobim ficará fechado a passageiros e integrantes no período das 23h às 5h. O acesso ao terminal 2 será feito exclusivamente pela porta B, no piso de embarque, e pela porta A, no piso de desembarque, até o dia 20 de abril, diz a nota.

Coronavírus