Doria diz que PSDB deve apoiar a PEC do teto dos gastos

Brasília - O prefeito eleito de São Paulo, João Doria, disse nesta terça-feira, 25, após encontro com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto, que o PSDB tem e deve ser aliado de "primeira ordem" do governo na votação do segundo turno da PEC do teto dos gastos e que a medida é fundamental para a retomada da economia.

"Neste momento, este assunto está sendo discutido na Câmara Federal e nossa posição é a favor. Temos que dar apoio a PEC e, considerando que a contenção da despesa pública é fundamental para estabilização econômica, à retomada do crescimento", disse. "Onde há crescimento econômico, há desenvolvimento social", completou.

Doria disse ainda que o Brasil precisa voltar a crescer e que o PSDB nestes assuntos será sempre um aliado "no Estado de São Paulo e nacionalmente também".

O prefeito eleito disse ainda que na conversa com Temer ficou acertada a união do PMDB e PSDB para a sua gestão na capital paulista. "O PMDB tem dois vereadores que foram eleitos para o novo mandato e que, a partir de janeiro de 2017, passarão a fazer parte da base aliada da gestão que faremos à frente da prefeitura", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos