Padilha e Moreira Franco não vão se pronunciar sobre lista de Janot

André Ítalo Rocha e Tânia Monteiro

Brasília

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, não vão se pronunciar, pelo menos por enquanto, sobre a segunda lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que contém 83 pedidos de inquérito para investigar políticos citados nas delações da Odebrecht.

Os nomes dos políticos citados ainda não foram divulgados, mas o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, apurou que os dois, que fazem parte do núcleo duro do Palácio do Planalto e estão entre os mais importantes aliados do presidente Michel Temer, estão na lista enviada por Janot para o Supremo Tribunal Federal, que agora vai avaliar os pedidos e decidir se autoriza a abertura dos inquéritos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos