"Ela está pagando o preço por ser minha filha", diz Roberto Jefferson

Luciano Nagel, especial para AE

Porto alegre

  • Ricardo Borges/Folhapress

    29.mai.2015 - Cristiane Brasil (PTB-RJ) e Roberto Jefferson durante cerimônia de casamento dele

    29.mai.2015 - Cristiane Brasil (PTB-RJ) e Roberto Jefferson durante cerimônia de casamento dele

O presidente do PTB, Roberto Jefferson, afirmou nesta terça-feira (9) que sua filha, a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), está sofrendo reprimendas por seus laços familiares. "Ela está pagando o preço por ser minha filha", disse em entrevista à Rádio Gaúcha na manhã desta terça-feira.

Leia também:

Cristiane foi impedida nesta terça-feira de tomar posse como ministra do Trabalho pelo Tribunal Regional Federal da 2.ª Região (TRF-2). O vice-presidente da corte, desembargador federal Guilherme Couto de Castro, negou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão do juiz federal Leonardo da Costa Couceiro, da 4.ª Vara Federal de Niterói (RJ), que havia suspendido a nomeação e a cerimônia de posse da deputada.

Durante a entrevista, Jefferson lamentou a suspensão da nomeação pela Justiça em Niterói e alegou perseguição política. "Este movimento é ligado ao PT", disse.

A deputada já respondeu a duas ações trabalhistas por não assinar a carteira de dois motoristas particulares. Questionado se essas ações não causam um certo constrangimento, o petebista foi direto. "Na época ela era deputada, cidadã e não ministra. A Justiça do Trabalho trata o empregador como um criminoso", criticou.

Na semana passada, o Sindicato dos Advogados do Rio manifestou "indignação e repúdio" à nomeação de Cristiane para o Ministério do Trabalho do governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos