Laudo diz que Suzane von Richthofen está apta a cumprir pena em liberdade

José Maria Tomazela

Sorocaba

  • André Vieira

    Suzane Richthofen, condenada pela morte dos pais em outubro de 2002

    Suzane Richthofen, condenada pela morte dos pais em outubro de 2002

Um laudo criminológico encomendado pelo Ministério Público Estadual de São Paulo atestou que a detenta Suzane  von  Richthofen, condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais, tem condições de responder o restante da pena em liberdade.

O laudo foi produzido por uma junta médica nomeada pela Justiça. Os peritos avaliaram as condições clínicas e psicológicas da detenta e concluíram que ela reúne condições de voltar à vida social fora da prisão.

O documento vai servir para embasar a decisão judicial sobre o pedido da defesa para que a detenta passe para o regime aberto, ou seja, saia da prisão.

Suzane está na penitenciária de Tremembé desde 2006 e, segundo a defesa, já cumpriu o tempo da pena suficiente para passar para o regime aberto. O pedido de progressão ainda precisa ser avaliado pela Justiça.

Desde 2016, ela já está no regime semiaberto, com direito a saídas temporárias da prisão, em datas especiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos