PUBLICIDADE
Topo

Política

Para Molon, líder da oposição na Câmara, Bolsonaro 'apequenou' o Brasil na ONU

Fátima Meira - 2.ago.2017/Futura Press/Estadão Conteúdo
Imagem: Fátima Meira - 2.ago.2017/Futura Press/Estadão Conteúdo

Camila Turtelli

Em Brasília

24/09/2019 12h34

O líder da Oposição na Câmara, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), fez duras críticas ao discurso de Jair Bolsonaro feito na manhã desta terça-feira, 24, em Nova York (EUA). Para Molon, o presidente "apequenou" o Brasil.

"Ele deixou transparecer como conduz o País ao isolamento com sua cegueira ideológica", avaliou.

Em uma fala de aproximadamente meia hora, o presidente da República fez sua estreia na Assembleia Geral da ONU dizendo que há falácias sobre a Amazônia, citando a Venezuela, atacando o que ele chama de ambientalismo "radical", indigenismo "ultrapassado" e socialismo.

"O presidente mentiu descaradamente sobre a situação da Amazônia, atacou países parceiros e posou de republicano e duro contra a corrupção, quando persegue minorias, é conivente com desvios e interfere em instituições pra dificultar o combate à corrupção", completou Molon.

França, socialismo, Amazônia: as polêmicas de Bolsonaro na ONU

UOL Notícias

Política