Topo

Lista que pede Eduardo como líder do PSL tem dois nomes que antes pediam Waldir

Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) - Maandel Ngan - 30.ago.19/AFP
Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) Imagem: Maandel Ngan - 30.ago.19/AFP

Camila Turtelli

Em Brasília

21/10/2019 11h04

A lista entregue pelo líder do governo na Câmara Vitor Hugo (PSL-GO), nessa segunda-feira, que pede que Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) seja o novo líder da bancada do partido, tem dois nomes que, na semana passada, estavam apenas no documento que pedia Delegado Waldir (GO) na liderança. Um deles é o deputado Marcelo Brum (RS).

Na semana passada, Brum divulgou vídeo ao lado de Eduardo Bolsonaro e Vitor Hugo dizendo que estava corroborando para que o filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) assumisse a liderança da bancada. "Eu estou na política pelo Jair Bolsonaro", disse Brum.

Outro que "mudou de lado" é o deputado Daniel Freitas (SC). Ao Broadcast Político, Freitas disse que havia assinado a lista de Waldir há duas semanas, antes da crise do partido implodir, e ressalta sua fidelidade ao presidente. "Estou protocolando um requerimento na Câmara, solicitando a não validade do meu nome na lista para Waldir como líder", afirmou.

Freitas disse que não chegou a conversar com Bolsonaro sobre a liderança da bancada, mas que falou com o líder do governo na Câmara, Vitor Hugo.

Os nomes que compõem a lista apresentada por Vitor Hugo nesta segunda-feira são, segundo ele: Vitor Hugo (GO), Alê Silva (MG), Aline Sleutjes (PR), Bia Kicis (DF), Bibo Nunes (RS), Carla Zambelli (SP), Carlos Jordy (RJ), Caroline de Toni (SC), Chris Tonietto (RJ), Coronel Armando (SC), Coronel Chrisóstomo (RO), Daniel Freitas (SC), Daniel Silveira (RJ), Dr. Luiz Ovando (MS), Eduardo Bolsonaro (SP), Enéias Reis (MG), Filipe Barros (PR), General Girão (RN), General Peternelli (SP), Guiga Peixoto (SP), Helio Lopes (RJ), Junio Amaral (MG), Léo Motta (MG), Luiz Lima (RJ), Luiz Philippe de Orleans e Bragança (SP), Marcelo Brum (RS), Marcio Labre (RJ), Ricardo Pericar (RJ) e Sanderson (RS).

A Câmara precisa ainda validar todas as assinaturas para, depois, tomar uma decisão sobre o pedido.

Cotidiano