PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Amazonas tem recorde de internações e ocupação de UTIs ultrapassa 90%

20.mai.2020 - Ala para pacientes com coronavírus em UTI no hospital Gilberto Novaes, em Manaus - Michael Dantas/AFP
20.mai.2020 - Ala para pacientes com coronavírus em UTI no hospital Gilberto Novaes, em Manaus Imagem: Michael Dantas/AFP

Pedro Caramuru

05/01/2021 11h44

São Paulo - O Estado do Amazonas voltou, ontem, a registrar aumento no número de internações por covid-19, puxado principalmente pelo avanço da doença na capital. Das 183 novas internações por causa do novo coronavírus, 177 ocorreram em Manaus.

Esse é o maior número registrado desde o início da pandemia, quando, em maio, o estado havia registrado 168 internações em um único dia.

Segundo dados da FVS (Fundação de Vigilância em Saúde) do Amazonas, 91,84% dos leitos de UTI do estado estão ocupados: 92,18% dos leitos para adultos da rede pública, 50% dos leitos infantis e 94% da rede privada. Leitos de enfermaria têm ocupação de 86,45%.

Segundo último boletim disponibilizado, no domingo (3) foram registrados 559 novos casos no estado —alta semanal de 40,4% no comparativo entre os sete últimos dias contra os sete anteriores— e 14 novos óbitos —aumento de 36,7% no mesmo comparativo.

Os números estão sujeitos a alteração uma vez que são contabilizados por data de ocorrência.

Coronavírus