Topo

Bolívia criará estratégia para conquistar território marítimo

21/03/2013 08h54

LA PAZ, 21 MAR (ANSA) - A Bolívia realizará uma estratégia de reivindicação marítima diante do Chile, visando resolver a disputa de territórios entre os dois países. A Bolívia pede que o Chile ceda uma parte de seu território que permite que oo bolivianos tenham ligação com o mar.

A vontade de fazer dessa estratégia "uma política de Estado" foi revelada nesta quarta-feira durante uma reunião do presidente boliviano, Evo Morales, com outros cinco ex-presidentes do país, em comemoração ao 134º aniversário do início da guerra que fez com que a Bolívia perdesse seu litoral.

Segundo o ex-presidente Jaime Paz Zamora, a estratégia marítima será "uma política de Estado, independente dos governos que possam suceder a gestão do país ou independente da pressão da oposição".

Ao fim da reunião, Morales destacou a "sinceridade e apoio" da experiência de seus colegas a uma "profunda reflexão de um tema que é vital para a Bolívia" e prometeu que irá manter esse contato no futuro. Em sua breve declaração, o atual mandatário ressaltou a importância de recorrer a "experiências e conhecimentos" das ex-autoridades sobre o tema.

O povo boliviano comemora no dia 23 de março o Dia do Mar, em homenagem a Eduardo Avaroa, que morreu defendendo a ponte do Topater, sobre o rio Loa, no começo da guerra contra o Chile que resultou na perda de seu território litorâneo.

Mais Internacional