Topo

EUA dizem não ter dúvidas sobre uso de armas químicas

Em Washington

2013-08-26T09:00:00

26/08/2013 09h00

O secretário Estado norte-americano, John Kerry telefonou nesta segunda-feira (26) para o secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban ki-Moon, e lhe disse que tem "muitas poucas dúvidas" sobre o uso de armas químicas em ataque na Síria de 21 de agosto, informaram fontes diplomáticas.

Segundo um responsável pelo departamento de Estado, Kerry disse ao Ki-Moon e também ao chanceler britânico, William Hauge, ao francês Laurent Fabius, ao canadense John Baird e ao russo Sergei Lavrov, "que se o regime sírio quisesse demonstrar ao mundo que não uso armas químicas durante o incidente, teria parado seu bombardeio na região e oferecido o acesso imediato da ONU cinco dias atrás".

O chefe da diplomacia norte-americana deixou "claro, em vista das informações compartilhadas com os nossos sócios, de ter muitas poucas dúvidas em relação ao uso de armas químicas por parte do regime sírio". 

Por sua vez, o ministro britânico das Relações Exteriores, William Hauge afirmou que é possível que uma resposta contra a Síria aconteça sem a aprovação completa do Conselho de Segurança da ONU.

Já o primeiro-ministro francês, Jean-Marc Ayrault, declarou que a "comunidade internacional não pode deixar passar este crime contra a humanidade", se referindo ao uso de armas químicas por parte do governo sírio do presidente Bashar al-Assad.

A chanceler alemã, Angela Merkel, também falou sobre o assunto e afirmou que o ataque o regime sírio na periferia de Damasco deve ter consequências.

"[O ataque] deve ser investigado, não pode ser deixado sem consequências", disse ela.   

Os inspetores da ONU começaram hoje a investigar na Síria, o suposto uso de armas químicas em ataque realizado pelo regime sírio em Damasco, no último dia 21 que matou centenas de pessoas.(ANSA)

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

A crise na Síria em fotos
A crise na Síria em fotos
$escape.getHash()uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','47282+AND+5609', '1')

Mais Internacional