Belgica aprova extradição de Salah Abdeslam à França

BRUXELAS, 31 MAR (ANSA) - As autoridades belgas autorizaram nesta quinta-feira (31) a extradição à França de Salah Abdeslam, o principal foragido dos atentados de 13 de novembro, em Paris, assumidos pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI, ex-Isis), com 130 mortos.   

Salah Abdeslam foi preso em março, em Bruxelas, após quatro meses foragido e uma série de operações dos serviços de inteligência para localizá-lo. Sua detenção causou um outro atentado terrorista, no dia 22 de março, na estação de metrô de Maelbeek e no aeroporto da capital belga, com mais de 30 mortos. Também hoje, o secretário de Imigração da Bélgica, Theo Francken, anunciou a criação de uma nova lei, a qual exigirá que qualquer estrangeiro que vá morar no país assine um termo no qual se comprometa a respeitar a cultura local, a aprender o idioma e a denunciar qualquer suspeita de terrorismo. A violação da lei prevê a expulsão da Bélgica.   

Já o conselheiro para a segurança nacional da Casa Branca, Ben Rhodes, admitiu que a Bélgica aceitou a assistência dos Estados Unidos na luta contra o terrorismo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos