Novo naufrágio no Mediterrâneo pode ter deixado 30 mortos

PALERMO, 25 MAI (ANSA) - Mais uma embarcação com imigrantes ilegais naufragou no Mar Mediterrâneo após deixar a Líbia em direção à Itália, informou nesta quinta-feira, dia 26, a Guarda Costeira local. Não se sabe ao certo o número de passageiros a bordo, mas quase 100 pessoas já foram resgatadas, sendo que ao menos 20 corpos sem vidas foram encontrados. As autoridades italianas, no entanto, temem que o número de mortos aumente nas próximas horas. A embarcação foi encontrada no Canal da Sicília, ainda próximo à costa da Líbia. Na última quarta-feira, dia 25, o local foi palco de outra tragédia com o naufrágio de um barco que levava mais de 500 imigrantes. Ao menos sete pessoas morreram e ainda há corpos desaparecidos, de acordo com equipes italianas de resgate. Histórico - Só em 2015, a Itália foi porta de entrada para mais de 150 mil pessoas que fugiam das guerras, da miséria e de perseguições, especialmente, de países do norte da África, da Síria, do Afeganistão e do Iraque. O país é a segunda maior "rota de imigrantes" pelo mar, ficando atrás apenas da Grécia -- que recebeu mais de 840 mil pessoas no ano passado. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos