Itália tem maior poluição luminosa entre países do G20

ROMA, 14 JUN (ANSA) - A Itália é o país do G20 com o mais alto índice de poluição luminosa. Um dos efeitos disso é que a grande quantidade de luzes artificiais acaba dificultando a visualização do céu e da Via Láctea durante a noite, segundo o novo atlas publicado pela revista "Science Advances".   

Segundo o estudo, realizado pelo Instituto de Ciência e Tecnologia da Poluição Luminosa (ISTIL), mais de 70% dos italianos hoje têm a visão do céu noturno prejudicada pelas luzes artificiais.   

''Estar em primeiro lugar no ranking dos países mais poluídos deve nos fazer refletir, principalmente em nível político, se ainda devemos nos opor à limitação do sistema de iluminação artificial, que atualmente é abusivo'', comenta o físico do Istil Fabio Falchi.   

A situação dos céus foi fotografada graças aos dados recolhidos do satélite Suomi NPP, da Nasa, e elaborada por cerca de quarenta computadores que calculam a propagação da luz na atmosfera.   

Os dados recolhidos apontaram que Itália e Coreia do Sul são os países mais ''brilhantes" do G20, enquanto Canadá e Austrália são os mais "escuros". Na Europa Ocidental, os céus menos poluídos são os de Escócia, Suécia, Noruega e, às vezes, até mesmo os de Áustria e Espanha.   

Em uma escala global, a poluição luminosa esconde a Via Láctea de um terço da humanidade. "As informações contidas no atlas são muito valiosas", acrescenta Falchi, "especialmente agora que estamos na transição global para a tecnologia LED, que produz menos poluição luminosa que as demais". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos