'Não deixaremos a Puglia sozinha', diz Matteo Renzi

BARI, 12 JUL (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, afirmou nesta terça-feira (12) que seu governo não deixará a região da Puglia "sozinha" após o desastre ferroviário que matou 25 pessoas entre as cidades de Andria e Corato.   

"Estamos aqui para dar um abraço no povo da Puglia, no governo da região e nos prefeitos que estão na linha de frente e para dizer que não deixaremos a Puglia sozinha", disse o premier, logo após ter presidido uma reunião sobre a tragédia na sede da Província de Bari. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos