Noivo morre 4 dias após união civil gay na Itália

BOLZANO, 27 OUT (ANSA) - Dois homens protagonizaram a primeira união civil entre homossexuais na cidade de Bolzano, no norte da Itália, mas um dos noivos morreu por causa de um câncer apenas quatro dias depois da cerimônia.   

Kevin Hofer, 34 anos, e seu companheiro, Michael Peer, 43, depois de uma década de relacionamento, finalmente conseguiram oficializar sua união, graças a uma mudança na legislação italiana aprovada no último mês de junho.   

Contudo, Michael lutava contra um câncer no pâncreas havia cinco anos, e seu quadro piorou bruscamente dias antes da celebração.   

"Havíamos organizado tudo para esse dia de tanta felicidade, 8 de setembro, alugamos o belo salão do 'Vecchio Municipio' e reservamos o almoço no Castel Flavon", contou Kevin, fazendo referência a um restaurante situado em um castelo de Bolzano.   

Devido à piora do estado de saúde de Michael, o casal decidiu realizar a união em sua residência, em uma festa entre amigos e familiares. Depois de quatro dias, ele faleceu. "Michi estava felicíssimo, até porque todos os nossos cachorros estavam conosco durante a festa. Agora me restam só as boas memórias", relembrou Kevin. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos