Martin Schulz anuncia que disputará eleições alemãs em 2017

BERLIM, 24 NOV (ANSA) - Após a divulgação de matérias na mídia alemã, o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, confirmou que não irá disputar um terceiro mandato para o cargo no ano que vem e se dedicará à política de seu país.   

"Tomei a minha decisão e no ano que vem concorrerei ao Bundestag [Parlamento alemão] como líder do meu partido, o SPD, pela Renânia do Norte/Vestfália. Continuarei a lutar pela Europa em nível nacional", disse Schulz em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira (24).   

Segundo o atual líder europeu, durante todo o seu mandato, "me esforcei para tornar o Parlamento mais influente, a única instituição europeia na qual os membros são eleitos diretamente".   

Schulz aproveitou o anúncio para agradecer seus colegas deputados e ao seu "amigo e verdadeiro europeu" Jean-Claude Juncker, que é o presidente da Comissão Europeia. "Mais do que nunca, o mundo precisa de uma Europa forte e unida e a Alemanha, o maior Estado da União, tem uma responsabilidade muito particular", acrescentou.   

O alemão de 60 anos é deputado europeu desde 1994 e assumiu o comando da entidade em 2012. A decisão de Schulz tem a ver, também, com a reorganização do Partido Social-Democrata (SPD) da chanceler Angela Merkel.   

A líder alemã já anunciou que concorrerá ao quarto mandato consecutivo e que, caso seja eleita, anunciou que indicará o atual ministro das Relações Exteriores, Frank Walter Steinmeier, para ser o novo presidente da Alemanha. Schulz é cotado, justamente, para ser o novo chanceler do governo Merkel. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos