Tunisiano que atacou Berlim tinha 7 perfis no Facebook

SÃO PAULO, 27 DEZ (ANSA) - O suposto autor do atentado contra um mercado de Natal em Berlim, Anis Amri, 24 anos, tinha sete perfis no Facebook, revelou uma análise dos "rastros digitais" do tunisiano feita pelo portal "Bellingcat".   

Amri, que foi morto por policiais de Milão na última sexta-feira (23), aparece em imagens em pontos turísticos de Berlim e mostra poucas ligações com familiares. Os seis membros identificados por ele como família estão em todos os sete perfis e a maioria dessas pessoas está linkada em mais de um perfil.   

A última conta foi desativada no dia 21 de dezembro, dois dias após o ataque com um caminhão na praça Breitscheidplatz, que deixou 12 mortos e 50 feridos. Segundo o "Bellingcat", neste perfil, alguns dos amigos eram simpatizantes declarados do grupo terrorista Estado Islâmico (EI, ex-Isis), que reivindicou a ação.   

Em apenas uma dessas contas, Amri se identifica como um estudante da Faculdade de Leis da Universidade de Paris V-Descartes. Neste perfil, ele subiu uma foto na praça Friederichsplatz, na cidade de Karlsruhe, que fica próximo à fronteira com a França e entre as cidades de Frankfurt e Stuttgart.   

Em uma das postagens, há um vídeo de sete segundos divulgado no dia 26 de setembro deste ano, na famosa Oberbaumbrücke, considerada um dos marcos de Berlim sobre o rio Spree.   

Apesar de ter permanecido por quatro anos na Itália, mesmo que a maioria desse tempo ele tenha ficado preso, Amri não tinha em nenhuma das contas amigos italianos. Apenas parentes e amigos que moram na Tunísia, seu país-natal. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos