Começa votação de referendo da Turquia no exterior

ISTAMBUL, 27 MAR (ANSA) - Em meio às tensões entre Turquia e União Europeia, começou nesta segunda-feira (27) a votação no exterior do referendo convocado pelo presidente Recep Tayyip Erdogan para mudar o sistema político no país.   

Cerca de 3 milhões de eleitores turcos que vivem fora de sua nação terão até o dia 9 de abril para dizer se aceitam ou não a substituição do parlamentarismo pelo presidencialismo, o que aumentaria os poderes de Erdogan.   

Ao todo, os expatriados poderão votar em 120 missões diplomáticas espalhadas por 57 países, com destaque para Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, França e Suíça, que abrigam numerosas comunidades turcas. Também foram colocadas urnas nos dois aeroportos internacionais de Istambul.   

Na Turquia, o referendo será realizado no próximo dia 16 de abril, e as pesquisas indicam uma disputa bastante apertada entre o "sim" e o "não", o que pode dar um caráter decisivo aos eleitores no exterior, cerca de 5% do total.   

Por conta disso, diversos ministros turcos tentaram participar de comícios em países da União Europeia, como Alemanha e Holanda, mas foram proibidos. Os vetos irritaram Erdogan, que chamou as duas nações de "nazistas" e ameaçou rever as relações com o bloco, com quem possui um acordo para frear a imigração clandestina no Mediterrâneo Oriental.   

"Estamos vendo que a Europa ignora os princípios que eram descritos como supremos", disse o presidente nesta segunda, durante um congresso juvenil em Istambul. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos