Polícia nega ligações entre terrorista de Londres e EI

LONDRES, 27 MAR (ANSA) - A Polícia Metropolitana de Londres afirmou nesta segunda-feira (27) que Khalid Masood, autor do atentado terrorista na ponte e no palácio de Westminster, não era ligado ao Estado Islâmico (EI) ou à Al Qaeda.   

No último fim de semana, a Scotland Yard já havia confirmado que o britânico de 52 anos agira sozinho, apesar de o ataque ter sido reivindicado pelo EI, que o chamara de "soldado do califado". Para a Polícia, Masood também não se radicalizou no período em que esteve preso, em 2003, mas tinha um genérico "interesse pela jihad".   

Semanas antes do atentado, o Estado Islâmico havia disseminado no aplicativo de mensagens Telegram um apelo convidando simpatizantes a atingirem Londres. Masood, cujo nome original era Adrian Russell Ajao, nascera no próprio Reino Unido e carregava condenações por porte ilegal de armas, desordem pública e furtos. O ataque na capital britânica deixou quatro vítimas - incluindo três pessoas atropeladas e um policial esfaqueado - e terminou com o terrorista morto pelas forças de segurança. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos