Exportações de armamentos italianos crescem 85% em 2016

ROMA, 27 ABR (ANSA) - As exportações de armamentos da Itália registraram um aumento de 85,7% em 2016 na comparação com 2015, gerando um valor de venda de 14,6 bilhões de euros, informou o relatório anual do governo italiano sobre o tema nesta quinta-feira (27).   

De acordo com o documento, 50% do valor das vendas são referentes ao fornecimento de armas para os 28 "eurofighters" da entidade Leonardo que atuam no Kuwait, que é o país que aparece com maior número de compras.   

Seguido do Kuwait, vem Grã-Bretanha, Alemanha, França, Espanha, Arábia Saudita, Estados Unidos, Catar, Noruega e Turquia no número de maiores compradores. Ao todo, os armamentos italianos chegam a 82 países, colocando o país entre os líderes de exportação no segmento.   

Além dos "aeromóveis", que representam 8,8 bilhões de euros, a categoria de armamentos mais vendidos pela Itália é o de "bombas, torpedos, mísseis e acessórios", que representam 1,2 bilhões de euros. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos