Papa condena 'ato de ódio insensato' contra coptas no Egito

ROMA, 26 MAI (ANSA) - O papa Francisco se disse profundamente atingido pelo "ataque bárbaro" contra os cristãos coptas no Egito e definiu a ação como "um ato de ódio insensato". Jorge Mario Bergoglio enviou um telegrama, através do secretário de Estado, cardeal Pietro Parolin, para o presidente do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, expressando sua sincera solidariedade a todas as pessoas vítimas desse "violento ataque". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos