PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Bélgica confirma 'terrorismo' em ataque em Bruxelas

25/08/2017 17h55

BRUXELAS, 25 AGO (ANSA) - Um homem armado com um facão tentou atacar soldados no centro de Bruxelas, capital da Bélgica, e foi "neutralizado" pelos militares.   

Segundo a Procuradoria Federal do país, a ação é considerada um ato de "terrorismo". O agressor, um indivíduo ao redor dos 30 anos de idade, chegou a ser levado a um hospital, mas acabou morrendo.   

De acordo com o prefeito de Bruxelas, Philippe Close, o homem gritou "Allahu Akbar" ("Deus é grande"), frase normalmente usada por jihadistas antes de atentados. Ainda segundo a Procuradoria, ele não tinha ligações anteriores com o terrorismo.   

O incidente ocorreu no boulevard Emile Jacqmain, por volta de 20h20 (horário local), e dois soldados ficaram levemente feridos, um na mão e outro no rosto.   

"Todo o nosso apoio aos militares. Nossos serviços de segurança devem continuar atentos", escreveu no Twitter o primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel.   

O país foi alvo de um ataque terrorista no dia 22 de março de 2016, quando 32 pessoas foram mortas no aeroporto de Zaventem, nos arredores de Bruxelas, e em uma estação de metrô na capital.   

O ato foi reivindicado pelo Estado Islâmico (EI). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional