China bloqueia aplicativo WhatsApp, acusa jornal

PEQUIM, 26 SET (ANSA) - O aplicativo de mensagens WhatsApp foi bloqueado na China pelo governo do país nesta terça-feira (26), segundo informaram alguns especialistas de segurança entrevistados pelo jornal norte-americano "New York Times".   

O bloqueio do aplicativo é uma medida do governo chinês para aumentar a vigilância na China, onde ocorrerá, em outubro, uma grande reunião do Partido Comunista.   

Essa não é a primeira medida da China contra o WhatsApp. Em julho, foram bloqueados no país as funções de chamada de vídeo e troca de imagens. No entanto, os envios de mensagens estavam funcionando. O serviço voltou a normalidade alguns dias depois.   

Segundo os especialistas, o bloqueio do WhatsApp indica um possível desenvolvimento de um novo programa chinês em interferir na troca de mensagens de textos.   

O WhatsApp é o único aplicativo do Facebook que era permitido na China. Em 2009, a própria rede social. Além disso, o Instagram e o Twitter também não funcionam no território chinês.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos