Morte de modelo russa de 14 anos causa polêmica na China

ROMA, 30 OUT (ANSA) - O caso da adolescente Vlada Dzuyba, modelo russa de 14 anos de idade morta após complicações de saúde por esgotamento no trabalho, comoveu internautas neste fim de semana e causou polêmica na China.   

Nesta segunda-feira (30), uma agência de modelos chinesa negou ter provocado a morte de Vlada Dziuba por excesso de carga horária. A adolescente faleceu na última sexta-feira (27) em um hospital de Xangai, após trabalhar por 13 horas seguidas na Semana de Moda.   

Segundo o jornal britânico "Daily Mail", Dzuyba foi diagnosticada com meningite crônica agravada por um profundo estado de exaustão.A modelo cumpria contrato de trabalho de três meses na China quando sofreu o colapso. Ela passou mal na terça-feira (24) passada e foi hospitalizada no dia seguinte, mas seu estado de saúde deteriorou rapidamente.   

"Nós lamentamos a perda de um anjo", disse a agência de modelos ESEE em um comunicado.   

A empresa está sendo investigada por denúncias de "contrato de trabalho escravo". A morte da jovem provocou a retomada do debate sobre as condições de trabalho das modelos estrangeiras na China. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos