FBI libera divulgação de últimos documentos sobre JFK

NOVA YORK, 31 OUT (ANSA) - O FBI anunciou nesta terça-feira (31) que autorizou a liberação dos últimos documentos secretos relativos ao assassinato do ex-presidente norte-americano John F. Kennedy. Eles devem vir a público "nas próximas semanas". No dia 26 de outubro, o atual mandatário, Donald Trump, liberou cerca de 2,8 mil novos documentos sobre a morte de JFK, mas uma parte ficou retida em segredo por colocar "em risco a segurança" dos EUA. Agora, cabe ao republicano definir a data da nova divulgação.   

Agora, os cerca de 300 textos e mensagens devem mostrar ao público nomes de agentes e ex-agentes secretos envolvidos na investigação bem como os métodos utilizados pela Inteligência norte-americana - e seus aliados - no recolhimento dos dados.   

O assassinato do presidente Kennedy ocorreu no dia 22 de novembro de 1963, durante uma visita a Dallas. O acusado pelo crime Lee Harvey Oswald atirou de cima de um prédio e deu um tiro fatal no mandatário. Oswald chegou a ser preso, mas foi assassinado dois dias depois por Jack Ruby, um empresário da cidade. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos