PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Presidente sérvio diz que condenação de Mladic não é surpresa

22/11/2017 11h03

BELGRADO, 22 NOV (ANSA) - O atual presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, comentou nesta quarta-feira (22) a decisão do Tribunal Penal Internacional (TPI) de condenar o ex-general Ratko Mladic à prisão perpétua por crimes de guerra, contra a humanidade e genocídio.   

"Todos sabíamos já que essa sentença viria, e ninguém ficou surpreso. Mas, a nossa missão é olhar para o futuro para fazer com que nossos filhos vivam melhor. Precisamos construir novas fábricas ao invés de se afogar nas lágrimas do passado", disse Vucic à emissora regional "N1".   

O mandatário ressaltou que "a Sérvia também chorou pelas vítimas que pertenciam a outros povos, mas não estou seguro se os outros fizeram a mesma coisa com as vítimas do país". "Nós admitimos nossas responsabilidades, e isso não é um sinal de fraqueza, mas da nossa força", ressaltou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional