Trump sanciona reforma fiscal de US$ 1,5 trilhão

NOVA YORK, 22 DEZ (ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sancionou nesta sexta-feira (22) a reforma tributária aprovada pelo Congresso durante a semana e que prevê uma desoneração fiscal de US$ 1,5 trilhão em 10 anos.   

Trata-se da maior vitória política do republicano em seu primeiro ano de mandato, conquistada após diversas modificações no texto durante os debates no Congresso. A reforma foi assinada por Trump pouco antes de ele partir para seu resort na Flórida, onde passará as festas de fim de ano.   

O projeto reduz o imposto corporativo sobre o rendimento das empresas de 35% para 21% e diminui os valores das sete faixas do imposto de renda, sendo que a maior cairá de 39,6% para 37%.   

A reforma também isenta de taxação os primeiros US$ 24 mil que um casal ganha, quase o dobro do valor atual, que é de US$ 13 mil. Para solteiros, a cifra subirá de US$ 6,5 mil para US$ 12 mil.   

A oposição teme que a redução tributária possa aumentar o déficit no orçamento, mas o governo alega que o próprio crescimento econômico compensará a desoneração. Segundo Trump, trata-se do "maior corte de impostos da história". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos