Venezuela declara embaixador do Brasil 'persona non grata'

SÃO PAULO, 23 DEZ (ANSA) - A Assembleia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela declarou o embaixador do Brasil em Caracas, Ruy Pereira, "persona non grata".   


Na prática, a medida significa a expulsão da pessoa do país, mas, como Pereira já está em solo brasileiro por causa das festas de fim de ano, ele não poderá voltar para a Venezuela.   


"Decidimos declarar persona non grata o embaixador do Brasil até que se restitua o fio constitucional que o governo violou nesse país irmão", disse a presidente da ANC, Delcy Rodríguez.   


Caracas considera o impeachment de Dilma Rousseff um "golpe", enquanto o governo de Michel Temer vem, constantemente, denunciando violações constitucionais e dos direitos humanos por parte do regime de Nicolás Maduro.   


Em nota, o Itamaraty disse que a decisão "demonstra, uma vez mais, o caráter autoritário da administração Nicolás Maduro e sua falta de disposição para qualquer tipo de diálogo". Além disso, o Brasil promete aplicar as "medidas de reciprocidade correspondentes".   


A Assembleia Constituinte foi convocada por Maduro e é dominada pelo chavismo. Ela suplantou os poderes da Assembleia Nacional, parlamento unicameral da Venezuela que era controlado pela oposição. O Brasil e quase todos os países das Américas, além da União Europeia, não reconhecem a ANC. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos