Cooperação é a única direção certa, diz China sobre EUA

PEQUIM, 25 JAN (ANSA) - No dia da chegada de Donald Trump ao Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, a China afirmou nesta quinta-feira (25) que a cooperação é a única "direção correta" nas relações comerciais com os Estados Unidos.   

A declaração foi dada por Gao Feng, porta-voz do Ministério do Comércio de Pequim, após o presidente norte-americano ter aumentado as tarifas sobre a importação de peças para painéis solares e máquinas de lavar.   

A manobra protecionista irritou países asiáticos, como China e Coreia do Sul, que possuem bastante força nesses setores. Também em Davos, o secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, garantiu que Washington não quer iniciar uma "guerra" tarifária com a China, mas apenas "reequilibrar" as condições do comércio global.   

Na visão dos Estados Unidos, a política chinesa de desvalorizar sua moeda para aumentar sua competitividade no mercado externo prejudica os interesses do país e justifica as medidas protecionistas. Desde a posse de Trump, Washington vem articulando ações para encarecer a importação em vários setores, enquanto Pequim prefere adotar um discurso pró-globalização.   

Trump chegou a Davos nesta quinta e deve se reunir com a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, o premier de Israel, Benjamin Netanyahu, e com expoentes do empresariado europeu. Seu discurso no fórum está marcado para esta sexta-feira (26). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos