Após fiasco com a Azzurra, Ventura quer voltar ao futebol

SÃO PAULO, 31 JAN (ANSA) - Demitido da seleção italiana após o fiasco nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, o técnico Giampiero Ventura quebrou o silêncio nesta quarta-feira (31) e afirmou querer voltar ao futebol.   


O treinador de 70 anos foi o primeiro desde 1958 a não levar a Azzurra para um Mundial. Com isso, ele foi considerado um dos grandes responsáveis pelo vexame da Itália e desde então está sem emprego.   


"Acabei de voltar de algo que era maior do que eu. Então eu paguei de forma muito violenta por esta última eliminação", disse Ventura. "Tenho um desejo muito grande de começar de novo, por um simples motivo: preciso dar respostas agora e quero dar, porque 35 anos de trabalho não podem ser esquecidos por conta de dois meses", acrescentou.   


Como treinador, Ventura tem passagens por Cagliari, Sampdoria, Napoli, Udinese e Verona. No entanto, seu melhor trabalho foi na equipe do Torino. Já na Azzurra, o técnico somou 16 partidas, com nove vitórias, quatro empates e três derrotas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos