PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Tajani pede à UE para avaliar proposta de Amsterdã por EMA

21/02/2018 16h19

BRUXELAS, 21 FEV (ANSA) - O presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, pediu nesta quarta-feira (21) ao líder da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, que forneça "todos os detalhes" da oferta formulada pela Holanda para sediar o escritório da Agência Europeia de Medicamentos (EMA).   

Com a medida, Tajani espera ajudar o Parlamento a tomar qualquer decisão sobre o assunto com "pleno conhecimento dos fatos". Além disso, ele quer que a Comissão da UE libere todos os documentos classificados como "confidencial" em um "espírito de cooperação mútua e sincera" entre as instituições.   

Em uma carta enviada Juncker, o presidente do Parlamento Europeu ressalta que uma informação "completa e precisa" sobre a proposta para sediar a EMA é "necessária para permitir que a instituição decida" sobre o assunto de forma consciente e informada. O pedido oficial é realizado após o conteúdo da oferta feita pelo governo holandês e a avaliação realizada pela Comissão "não serem fornecidos ao Parlamento", segundo os registros do Tratado da UE e os compromissos assumidos com o acordo interinstitucional de 2010.   

"Eu tenho fé que vou poder contar com a sua colaboração ativa sobre este importante problema", ressaltou Tajani se dirigindo a Juncker. Ontem (20), o prefeito de Milão, Beppe Sala, recorreu ao Tribunal de Contas Europeu contra a transferência do escritório da EMA de Londres para Amsterdã, que precisa ser realizada até 30 de março de 2019, primeiro dia após o "divórcio" entre Reino Unido e União Europeia.   

Segundo o italiano, o governo teve acesso a documentos que comprovam as inadimplências da cidade holandesa no que diz respeito à mudança da sede da empresa. Os dois locais temporários propostos pela Holanda no dossiê do pedido teriam "desaparecidos". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional