PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Cidade alemã decide manter 'sino de Hitler' em igreja

27/02/2018 18h20

BERLIM, 27 FEV (ANSA) - O chamado "sino de Hitler" retornará ao campanário da igreja protestante da pequena aldeia de Herxheim, no sudoeste da Alemanha, após uma polêmica decisão tomada nesta segunda-feira (26).   

A Câmara Municipal da cidade votou por manter na igreja esse sino de bronze de 240 quilos e datado de 1934 por considerá-lo um "monumento acústico". O artefato inclui uma suástica e a inscrição "Tudo pela pátria - Adolf Hitler".   

Segundo o prefeito Georg Welker, o sino deve permanecer na cidade para ser um "impulso para a conciliação" e um "monumento contra a violência e a injustiça".   

A existência do sino se tornou pública em 2017 e chocou muitos membros da paróquia, que tiveram casamentos, batizados e outras cerimônias realizados na presença de um símbolo nazista. O conselho central judeu da Alemanha reagiu à notícia com consternação, argumentando que o sino de Hitler deveria ser removido. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional