Pela 1ª vez, Roma registra bebê de casal homossexual

ROMA, 30 ABR (ANSA) - O bebê de um casal homossexual foi registrado no último sábado (28) em um cartório de Roma, na Itália, e se tornou o primeiro caso da história na "cidade eterna".   

Segundo o advogado do caso, Alexander Schuster, a filha do casal foi gerada por uma mulher por meio da "maternidade de substituição", também chamada de "contrato de gestação", conhecido como "barriga de aluguel".   

Neste mês, outros dois casais homossexuais conseguiram registrar seus filhos na Itália. Um deles foi Chiara Foglietta, vereadora do Partido Democrático(PD) e sua companheira, Micaela Ghisleni, que conseguiram aprovação das autoridades de Turim. Já o outro casal é da cidade de Gabicce, na região central da Itália.   

Diferentemente de alguns países da União Europeia, a Itália proíbe alguns procedimentos de fertilidade, como triagem ou congelamento de embriões. Os tratamentos fornecidos na península são disponibilizados apenas para casais heterossexuais que se mostram clinicamente inférteis.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos