Instabilidade política na Itália derruba Bolsa de Milão

ROMA, 28 MAI (ANSA) - Após abrir em leve alta, a Bolsa de Valores de Milão opera em queda nesta segunda-feira (28), com frequentes oscilações devido ao cenário político na Itália.   

Pela manhã, a perda era de 1,75%. Por volta do meio-dia, a Bolsa reagiu após o anúncio de que o economista Carlo Cottarelli seria o novo primeiro-ministro encarregado de formar um novo governo para a Itália.   

Economista de formação e ex-FMI, Cottarelli prometeu em seu primeiro discurso manter as contas públicas em ordem e criar um governo "neutro". Às 13h20 locais (8h20 em Brasília), o índice FTSE MIB caía 1,2%, a 22.112 pontos. Logo depois, o índice despencou 2,5%, chegando a 21.286 pontos.   

Os bancos são os que mais perdem nas operações de hoje, com o índice do setor de -5%. As quedas foram: Bper com -6,4%, Unicredit com - 5,98%, Banco BPM com - 6,3%, Finecobank com -6,8%. O Banco Generali, com -6,9%, e o UBI Banca, com -5,3% tiveram suas operações suspensas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos