PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Premier da Austrália é derrubado por seu próprio partido

24/08/2018 07h48

SYDNEY, 24 AGO (ANSA) - O primeiro-ministro da Austrália, Malcolm Turnbull, deixou o cargo nesta sexta-feira (24), após ter sido derrubado por sua própria legenda, o conservador Partido Liberal.   

A queda é resultado da disputa por poder dentro do partido, que escolheu o ministro do Tesouro, Scott Morrison, como seu novo líder e, por consequência, como o novo premier do país, já que a legenda tem a maior bancada no Parlamento.   

O governo Turnbull entrou em crise por causa do desempenho dos conservadores nas pesquisas para as eleições de 2019, que mostram o Partido Trabalhista com ampla vantagem. A rebelião contra o agora ex-premier foi guiada pelo ex-ministro do Interior Peter Dutton, líder da ala ultraconservadora da legenda e que era tido como favorito para assumir o governo.   

No entanto, na votação entre os parlamentares liberais para escolher seu novo líder, o moderado Morrison, mais próximo a Turnbull, acabou vencendo Dutton por um placar de 45 a 40.   

Morrison, 50 anos, será o quinto premier da Austrália em pouco mais de uma década. Nesse período, nenhum político conseguiu governar por uma legislatura inteira. Turnbull, que estava no poder desde setembro de 2015, anunciou que deixará a política.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional