PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Papa reconhece virtudes de padre brasileiro que resistiu à ditadura militar

Papa Francisco aprovou decreto que reconhece virtudes de Vítor Coelho de Almeida, padre brasileiro que resistiu à ditadura militar - REUTERS/Guglielmo Mangiapane
Papa Francisco aprovou decreto que reconhece virtudes de Vítor Coelho de Almeida, padre brasileiro que resistiu à ditadura militar Imagem: REUTERS/Guglielmo Mangiapane

05/08/2022 14h02

SÃO PAULO, 5 AGO (ANSA) - O papa Francisco autorizou nesta sexta-feira (5) a promulgação do decreto que reconhece as virtudes heroicas do padre brasileiro Vítor Coelho de Almeida.

Esse procedimento comprova os requisitos de vida necessários para o início formal dos processos de beatificação e canonização. Até então considerado "servo de Deus", padre Vítor passa a ser "venerável".

Nascido em 22 de setembro de 1899, em Sacramento (MG), ele foi processo sacerdote da Congregação do Santíssimo Redentor e prestou serviço pastoral no Santuário de Aparecida (SP).

No entanto, padre Vítor ficaria marcado sobretudo por seu papel na Rádio Aparecida, da qual fez parte desde sua fundação, em 1951, tornando-se sua principal voz.

Em 1969, fez um discurso comentando a Declaração Universal dos Direitos Humanos, o que levou a ditadura militar a suspender as transmissões da rádio por considerá-la "subversiva". Padre Vítor morreria em 21 de julho de 1987, em Guaratinguetá (SP).

Internacional