Conteúdo publicado há 1 mês

Italianos são presos após estuprar brasileira em resort na Espanha

Quatro turistas italianos foram presos preventivamente nesta terça-feira (9) por estupro coletivo contra uma jovem brasileira no resort Playa de Palma, em Palma de Maiorca, na Espanha, informaram fontes policiais.

Segundo relatos da vítima, o crime ocorreu durante a madrugada do domingo passado (7), entre as 2h e 6h da manhã (horário local).

A mulher, de origem brasileira, teria conhecido um dos italianos em frente a uma conceituada discoteca e teria concordado em acompanhá-lo até seu apartamento em Playa de Palma, nas Ilhas Baleares.

Os dois saíram da boate em um táxi, enquanto os outros três amigos do turista italiano teriam ido em outro carro de transporte. Ao chegar no quarto, a brasileira encontrou com todos os jovens, que a teriam estuprado coletivamente.

Logo após a violência sofrida, a brasileira diz que conseguiu fugir e levar o passaporte de um dos agressores. Na sequência, denunciou o crime a um grupo de policiais de Palma de Maiorca.

Todos os detidos, entre 24 e 27 anos de idade, se apresentaram hoje perante as autoridades judiciais para interrogatório. Eles responderam às perguntas do próprio advogado, negando violência de gangues, segundo fontes jurídicas citadas pela imprensa espanhola.

O juiz determinou a prisão dos suspeitos sem a possibilidade de fiança por risco de fuga. Policiais descobriram que eles tinham passagem aérea para voltar para a Itália na mesma data do crime.

Deixe seu comentário

Só para assinantes